MP propõe permanência de cães em parques municipais de Jacareí - Sociedade Canina
Sociedade Canina
 
Picture
José Luiz, com representantes da Prefeitura
Por Carolina Xavier

A entrada e permanência de animais de estimação, especialmente cães, nos parques municipais foi pauta de uma reunião promovida pelo Ministério Público com representantes da Prefeitura Municipal de Jacareí. O encontro, idealizado pelo promotor de Justiça da Cidadania de Jacareí, José Luiz Bednarski, aconteceu na manhã da última quinta-feira (18), na sede do MP e contou com a participação do secretário municipal de Meio Ambiente, José Roberto Fernandes da Silva; da secretária adjunta de Assuntos Jurídicos, Andréa Brito; da procuradora, Moyra Braga e da voluntária, Raquel Bigareli, que representou a APA – Associação de Proteção aos Animais ‘São Francisco de Assis’.
Após reclamações de usuários do Parque da Cidade, impedidos de entrar no local por estarem com seus cães, o promotor de Justiça questionou o secretário de Meio Ambiente sobre a legalidade ou não da proibição de entrada dos animais nos parques municipais.
 
“Aproveitei o encontrou para apresentar um projeto de conscientização de posse responsável e adoção de animais. Isso já acontece nos grandes parques municipais do Estado e inclui orientações aos frequentadores, entrega de saquinhos para eventual recolhimento de fezes e até um espaço destinado para que os proprietários possam soltar os seus animais da guia”, detalha o promotor.
 
A ideia deve ser implantada, primeiramente, no Parque dos Eucaliptos, localizado na avenida Nove de Julho, região central. Com número reduzido de frequentadores, após a inauguração do Parque da Cidade, o local deve ganhar ‘cara nova’ com a inauguração da Biblioteca Municipal de Jacareí, prevista para os próximos meses. “O secretário gostou da ideia e comentou que isso poderá ser implantado no Parque dos Eucaliptos, local onde a Prefeitura promoverá outros projetos, com o objetivo de recuperar antigos frequentadores”, completa.
 
Por meio da Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Jacareí, o secretário de Meio Ambiente, José Roberto Fernandes da Silva, revelou que aguardará uma proposta formal do Ministério Público.
 
ABANDONO - A voluntária da APA, Raquel Bigareli, aproveitou o encontro para cobrar do Poder Público maior fiscalização no que se refere ao ‘elevado’ número de animais abandonados em Jacareí.
 
A entidade, que não possui local próprio para abrigar cães e gatos abandonados, tem como principal proposta um programa de castração dos animais.


Fonte: Diário de Jacareí




Leave a Reply.